Pesquisa de preços

Pesquisa de Medicamentos no município de Olinda mostra variação de até 397%

Após pesquisas realizadas na Zona Sul e Norte do Recife, o Procon-PE desta vez foi verificar o valor dos medicamentos no município de Olinda e, mais uma vez, a diferença de preços de um estabelecimento para outro são surpreendentes.

Um exemplo é o medicamento Captopril, bastante utilizado por pessoas com hipertensão. Uma caixa do medicamento genérico com 30 comprimidos foi encontrada nos valores de R$ 24,85, o maior preço; e por R$ 5,00, ou seja, uma diferença percentual de 397%.

Muitos consumidores, quando vão ao consultório médico, já pedem que seja prescrita a droga, podendo ter a possibilidade de comprar o medicamento na sua fórmula genérica. De fato o genérico sai mais barato. Mas é preciso pesquisar porque mesmo sendo genérico, a diferença dos preços entre os estabelecimentos é exorbitante.

Já entre os medicamentos de ‘marca’ o Losartana Potássica, também utilizado para tratamento de hipertensão, foi com maior diferença de valores. A diferença percentual foi de 103,71%.


O objetivo da pesquisa de preços de medicamentos realizada pelo Procon-PE é oferecer a população um instrumento auxiliar para a determinação de compras mais racionais do ponto de vista do preço, permitindo uma visão mais clara da diferença de preços de um mesmo produto.

A pesquisa foi realizada em 16 estabelecimentos de Olinda, passando pelos bairros do Varadouro, Bairro Novo, Casa Caiada, Jardim Atlântico, Bultrins, Jardim Fragoso e Ouro Preto.

Foram pesquisados 40 medicamentos, sendo 20 de referência (marca) e 20 genéricos.

**Pesquisa pode ser conferida na página do Procon-PE no Facebook