Notícias

Postada em 14/06/2017

Procon-PE recolhe cerca de mil panos de limpeza doméstica

O Procon-PE recolheu, essa semana, cerca de mil panos utilizados para limpeza doméstica. Todos os produtos, da marca Alklin, não continham informações sobre a composição e validade. As apreensões ocorreram nos supermercados Assai, de Camaragibe, e Carrefour, da Imbiribeira. Cada estabelecimento foi multado em R$ 100 mil.

O produto fere o artigo 31 do Código de Defesa do Consumidor, onde é citado que “a oferta e apresentação de produtos ou serviços devem assegurar informações corretas, claras, precisas, ostensivas e em língua portuguesa sobre suas características, qualidades, quantidade, composição, preço, garantia, prazos de validade e origem, entre outros dados, bem como sobre os riscos que apresentam à saúde e segurança dos consumidores”.

No rótulo dos produtos: Esfregão tipo saco; Pano para limpeza pesada; Super panão e Esfregão Alvejado, na área que deveriam conter a composição e a validade o fabricante colocou indeterminada. A falta dessas informações, o torna impróprio para o consumo, podendo se tornar um perigo para a saúde.

Essa é quarta apreensão feita em menos de um mês. Também foram recolhidos os mesmos produtos no Extra, da Benfica e no Hiper Bompreço, do Caçote. Além de notificar os estabelecimentos, o Procon-PE notificará o fabricante que fica localizado na cidade de Blumenau, em Santa Catarina.